Round2_SOL

Caso EDP. Manuel Pinho já não é arguido

Defesa alegou que ex-ministro não foi informado dos factos que era suspeito

Manuel Pinho já não é constituido arguido no caso EDP, avanç aa SIC Notícias. O juiz de instrução, encarregue pelo caso EDP, considerou que houve irregularidades na constituição de Manuel Pinho, ex-ministro da economia, tem assim suspendido o termo de identidade e residência que lhe tinha sido aplicado.

A defesa tinha pedido que a constituição de Manuel Pinho como arguido fosse anulada, alegando que o ex-ministro não tinha sido informado dos factos dos quais era suspeito.

Manuel Pinho é suspeito de ter recebido dinheiro para favorecer a EDP.

Miguel Barreto Caldeira Antunes também deixou de ser arguido.