Internacional

Texas. Responsável pelo ataque tem 17 anos e queria suicidar-se

Tiroteio provocou dez vítimas mortais e outras dez ficaram feridas.

O governador do Texas, Greg Abbott, adiantou que morreram ontem 10 pessoas e outras 10 ficaram feridas, na sequência do tiroteio ocorrido esta sexta-feira numa escola em Santá Fé, no Texas.

Abbot revelou ainda que o tiroteio desta sexta-feira se trata de um “dos ataques mais hediondos a que já assistimos na história das escolas do Texas”, tendo acrescentado que foram encontrados vários explosivos no estabelecimento, incluindo um ‘cocktail Molotov’ na residência do suspeito do atentado, bem como um carro que se encontrava estacionado junto à escola.

O governador disse ainda que o suspeito terá confessado às autoridades que tencionava suicidar-se, mas que acabou não ter tido coragem para pôr termo à vida, revela a CBS. 

O culpado pela morte de dez pessoas e pelos ferimentos de outras é um estudante de 17 anos, chamado Dimitrios Pagourtzis e, nas redes sociais, há várias imagens que mostram este jovem com armas, símbolos nazis e uma camisola com o lema 'Born to Kill' ('Nascido para Matar', em inglês).

Donald Trump reagiu e classificou o ataque como um "ataque horrível".