Cultura

António Costa: “Com a morte de Júlio Pomar, Portugal perde um dos seus mais icónicos artistas”

António Costa reage à morte de Júlio Pomar

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou esta terça-feira, ao lamentar a morte de Júlio Pomar, que Portugal perdeu “um dos seus mais icónicos artistas”.

A mensagem foi publicada através do Twitter e, além de lamentar a sua morte, realça a obra deixada pelo artista: “Ficará para sempre a sua obra, comprometida apenas com a cultura portuguesa e com a liberdade criativa”, acrescentou Costa.

Recorde-se que, Júlio Pomar morreu hoje aos 92 anos, no Hospital da Luz, em Lisboa, onde já se encontrava internado há algum tempo.