Sociedade

PJ detém dois homens por furtos de máquinas de multibanco e associação criminosa

Outros suspeitos já estão em prisão preventiva no âmbito da mesma investigação.

A Polícia Judiciária anunciou, esta quarta-feira, a detenção de dois homens , de 23 e 26 anos, que foram detidos na sequência de mandatos de busca domiciliária, numa investigação por crimes de furto qualificado de ATM com recurso a explosão, dano qualificado, falsificação de documentos, associação criminosa, branqueamento de capitais e detenção ilegal de arma de fogo.

Na sequência da investigação outro homem foi constituído arguido e outros suspeitos já estão em prisão preventiva.

A PJ adiantou ainda que os crimes ocorreram em diversos distritos e foram aparentemente cometidos "com recurso a grande planeamento, organização, violência e extremo cuidado e eficácia na sua concretização".

A investigação está a cargo da Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT), num inquérito titulado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa.