Sociedade

José Manuel Coelho condenado a ano e meio de prisão domiciliária

Em causa estão crimes de difamação.

José Manuel Coelho, o antigo deputado madeirense do Partido Trabalhista Português, foi condenado a um ano e seis meses de prisão domiciliária por crimes de difamação agravada e de divulgação de fotografias ilícita.

Coelho foi condenado pela Instância Central da Comarca da Madeira com outros três arguidos, Raquel Coelho, José Quintal da Nóbrega e José Luís Rocha.

O tribunal deu como provados todos os factos da acusação.