Sociedade

Cova da Moura. Agentes da PSP já começaram a ser julgados

O Tribunal de Sintra começou esta terça-feira a julgar os 17 agentes da Polícia de Segurança Pública, que estão acusados pelo Ministério Público de agredirem jovens da Cova da Moura, no concelho da Amadora.


O julgamento comçeou às 09h15 de ontem, no Tribunal de Sintra e, os arguidos respondem por denúncia caluniosa, injúria, ofensa à integridade física e falsidade de testemunho, neste que é um caso que remonta a 5 de fevereiro de 2015 e que envolveu várias agressões a jovens da Cova da Moura, na esquadra de Alfragide.

Os polícias estão ainda acusados de outros tratamentos cruéis e degradantes ou desumanos, de sequestro agravado e de falsificação de documento.

Recorde-se que, a acusação do Ministério Público (MP) sustenta que os elementos da PSP espancaram, ofenderam a integridade física e trataram de forma vexatória, humilhante e degradante as vítimas, considerando assim que os agentes de autoridade agiram com ódio racial, de forma desumana e cruel, e tiveram prazer em causar sofrimentos aos seis jovens.

O MP indica ainda que os arguidos sabiam que a sua conduta era censurável, proibida e punida por lei e agiram de forma livre, voluntária e consciente contra os seis jovens em causa.