Politica

Eutanásia. Deputados devem “poder votar totalmente em consciência”, diz Rio

Rui Rio lamentou, esta sexta-feira, a pressão que tem vindo a notar daqueles que são contra a despenalização da eutanásia sobre os que são a favor, e apela a que se dê liberdade aos deputados para votar “em consciência”.

O líder do PSD falava à margem de uma reunião com o Conselho Superior da Magistratura, em Lisboa.

Rui Rio afirmou ainda que não existe qualquer “problema” em ter uma posição diferente do líder de bancada parlamentar, Fernando Negrão, sobre este tema.

“É justamente por não ver problema nenhum que eu, logo no início, dei uma completa liberdade de voto ao grupo parlamentar do PSD. Nem sequer é colocável em cima da mesa que não haja liberdade de voto”, sublinhou Rui Rio.

O presidente do PSD considera que os deputados têm todo o direito de “poder votar totalmente em consciência”, adiantando ainda que “daqueles que estão do lado do não há uma excessiva pressão sobre outros que possam estar no sim ou que possam estar com dúvidas no sentido de tentar trazê-los para a sua posição”.

“E isso, sinceramente, choca com a minha maneira de ser. Lamento um pouco notar que, relativamente aos movimentos e às pessoas que defendem o não, há um excesso na pressão sobre os do sim”, disse em tom de crítica.