Sociedade

Professores anunciam greve às avaliações

Sindicato anunciou a paralisação esta segunda-feira.

Oito sindicatos de professores e duas federações do setor da educação anunciaram, ontem, greve às reuniões de avaliação a partir do dia 18 de junho. Segundo o comunicado, os sindicatos admitem que a greve afete as avaliações do ensino pré-escolar, básico e secundário e que esta se poderá prolongar até julho.

Apesar de os sindicatos já terem três reuniões de negociação, agendadas para os dias 4,5 e 6 de junho, com o Ministério Público decidiram avançar já com a greve. “As organizações sindicais de professores e educadores decidem entregar, ainda hoje, o pré-aviso de greve, não por qualquer questão de ordem legal, mas para que o governo compreenda que não poderá chegar às reuniões de 04, 05 e 06 de junho sem propostas que deem resposta aos problemas que afetam os docentes”, refere o comunicado, citado pela Lusa.

Na origem da paralisação está a insatisfação dos professores relativamente à maneira como será contado o tempo de serviço durante o período de congelamento das carreiras.