Internacional

Atirador que matou dois polícias na Bélgica já foi identificado

Esteve preso por crimes relacionados com tráfico de droga e ter-se-à radicalizado na prisão

O homem que hoje matou dois polícias e uma civil em Liège, na Bélgica, foi identificado como sendo Benjamin Herman, de nacionalidade belga e com 35/36 anos de idade. 

Herman era conhecido das autoridades por ter cometido roubos e outros crimes relacionados com tráfico de droga. Preso na prisão de Lantin, Herman saiu esta segunda-feira com uma licença precária, dando-lhe margem de manobra para cometer o atentado. 

Sabe-se agora que o belga se terá radicalizado na prisão, aderindo a correntes radicais islâmicas. Por agora, a polícia belga considera o crime como de "terrorismo privilegiado". 

Também estão a ser divulgadas imagens do momento em que a polícia belga abateu o atirador, depois deste ter feito uma mulher refém. Momentos antes de ser abatido terá gritado "Allahu akbar" (Deus é grande).