Economia

Portugal teve o 3.º maior recuo homólogo do desemprego em abril

Segundo o Eurostat, na zona euro, no mês de abril, a taxa de desemprego baixou para um novo mínimo desde dezembro de 2008 

Portugal registou, em abril, o terceiro maior recuo homólogo na taxa de desemprego da União Europeia (UE), tendo o indicador baixado na zona euro para um novo mínimo desde dezembro de 2008 (8,5%), revelou o Eurostat.

No total da zona euro, a taxa de desemprego recuou para os 8,5%, em abril, valor que se compara aos 9,2% homólogos e aos 8,6% de março. É o valor mais baixo registado desde dezembro de 2008.

De acordo com o gabinete de estatísticas da UE, Portugal teve o terceiro maior recuo homólogo no desemprego (de 9,5% para 7,4%), depois do Chipre (de 11,7% para 8,6%) e da Croácia (de 11,5% para 9,1%).

No conjunto dos países da União Europeia, o desemprego foi de 7,1%, abaixo dos 7,8% homólogos, mas estável face a março.

As menores taxas de desemprego, em abril, registaram-se na República Checa (2,2%), em Malta (3,0%) e na Alemanha (3,4%). Por outro lado, as mais elevadas observaram-se na Grécia (20,8% em fevereiro) e Espanha (15,9%).