Tecnologia

No Uganda é preciso pagar uma taxa para usar redes sociais

Medida foi aprovada esta sexta-feira pelo parlamento

O parlamento do Uganda aprovou esta sexta-feira uma medida que obriga a população daquele país a pagar uma taxa para utilizar redes sociais e aplicações de mensagens.

Trata-se de uma taxa diária de cerca de cinco cêntimos. De acordo com a BBC, a medida foi apoiada pelo presidente do Uganda, Yoweri Museveni, que acredita que estas aplicações fomentam os mexericos entre os utilizadores.

Ainda não se sabe como é que esta medida será implementada e que entidade a irá controlar. Para já, sabe-se apenas que entrará em vigor no primeiro dia de julho.