Sociedade

Incêndios. Mês de maio com mais do triplo das ocorrências do que o ano passado

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou, no mês de maio, 2.260 ocorrências de incêndios rurais.

A ANPC registou 2.260 ocorrências de incêndios rurais no passado mês de maio, mais do triplo daquelas que foram registadas no ano passado – 707 -, e cerca de seis vezes mais do que em 2016 – 380 ocorrências.

De acordo com dados enviados pelo Ministério da Administração Interna (MAI) à agência Lusa, o dia 15 de maio foi o dia em que foram contabilizados um maior número de incêndios, com registo de 221 ocorrências, e ainda o dia em que foram mobilizados o maior número de operacionais - mais de 2 mil meios terrestres e aéreos.

Aind ano mesmo mês, o dispositivo aéreo de combate aos incêndios esteve envolvido em 396 missões.

Uma estatística feita pelo Instituto da Conversação da Natureza e Florestas (dados provisórios) indica que o total de área ardida em maio foi de 1.101 hectares, sendo que o ano passado arderam 724 hectares.

Até ao dia 30 de junho o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) está em nível reforçado – nível III -, e dispõe de 8.187 operacionais, apoiados por 1.879 viaturas e 37 meios aéreos.

O MAI refere ainda que, até ao final deste mês, estão a funcionar 72 postos de vigia, que contam com um total de 288 vigilantes.