Sociedade

Casas de Carlos Alexandre e Isaltino Morais estão à venda

Moradias são em Oeiras e pertencem a pessoas muito conhecidas dos portugueses: uma é onde vive o juiz Carlos Alexandre, outra é de Isaltino. Pedem 800 mil e 850 mil euros

DR  

Se gostava de comprar a moradia onde vive o juiz Carlos Alexandre ou a casa de Isaltino Morais já o pode fazer. Ambas ficam no conselho de Oeiras e foram colocadas à venda nos últimos dias por 800 mil e 850 mil euros respetivamente.

A vivenda do magistrado que teve em mãos mega processos  como o que envolve o ex-primeiro-ministro José Sócrates, é um T8 em Linda-a-Velha com uma área útil de 297 metros quadrados, cinco casas de banho, uma varanda e uma garagem. No anúncio disponível no site Imovirtual (também está no site da Era), é referida a sua condição atual: usada.

Já a do atual presidente da Câmara Municipal de Oeiras, político polémico que foi autarca modelo do PSD e chegou a cumprir pena por crimes de natureza económica, é um T6 em Laveiras com 352 metros quadrados, seis quartos, quatros quartos. Apesar de construída em 2005, a imobiliária que tem a casa refere que está a estrear.

A vivenda de Isaltino Morais

«Belíssima moradia T6 em Caxias com áreas fabulosas, zona calma perto da A5, CREL, Marginal, Estádio do Jamor. A estrear, esta casa dá-lhe de paz e tranquilidade que necessita ao chegar a sua casa, relaxe na varanda com a vista totalmente desafogada e a perder de vista», esta é a primeira frase da descrição que consta no site de uma imobiliária sobre a casa que o autarca de Oeiras pôs à venda. 

A moradia de Isaltino Morais, que segundo o anúncio despertará em quem a comprar o desejo constante de voltar para casa ao fim do dia, foi comprada pelo autarca por 350 mil euros. Segundo o SOL apurou, Isaltino Morais gastou depois perto de 100 mil euros em obras. Nas fotografias disponibilizadas pode, aliás, ver-se uma casa com uma decoração moderna - apesar de a construção datar de 2005, nota-se que a casa foi recentemente alvo de obras, aparecendo sem qualquer marca de uso.

Trata-se de uma casa com muita luz natural, divisões amplas e equipada com banheira com hidromassagem. A moradia de Laveiras encontra-se num lote de terreno com 764 metros quadrados que tem um jardim. Tem ainda uma ampla garagem e apesar de ser tratar de uma vivenda tem em diversas divisões uma vista ampla. 

Apesar de se tratar de uma propriedade do presidente da Câmara Municipal de Oeiras, o SOL sabe que esta não é nem nunca foi a residência habitual de Isaltino Morais.  

A moradia do super juiz

A ideia do juiz Carlos Alexandre desfazer-se da sua moradia já há muito que vinha a ser maturada e nada terá a ver com questões de segurança, nem com qualquer mudança na sua vida: continuará juiz no Tribunal Central de Instrução Criminal. O SOL sabe, porém, que a decisão de pôr a casa à venda foi antecipada devido à saída do filho mais velho, que em breve deverá ir para um outro país europeu trabalhar.

Fontes próximas do juiz explicam que terá deixado de fazer sentido ter uma casa tão grande em Lisboa, bastando um apartamento. A casa de Linda-a-Velha que agora está à venda foi comprada pelo magistrado numa hasta pública, tendo sido a residência habitual do juiz ao longo de anos. Há mesmo quem sugira que um dos objetivos do magistrado, que teve sempre de recorrer a empréstimos para comprar tanto esta moradia como a que tem em Mação, será comprar um apartamento em Lisboa por um valor abaixo do da venda e com o remanescente amortizar o empréstimo que pediu para comprar a casa de Mação.

Na descrição da moradia do site Imovirtual lê-se que a mesma tem 11 divisões e está num «lote de 467 metros quadrados».

«É composta por. R/C: hall 13,95 metros quadrados, sala de jantar, sala de estar, cozinha com marquise, um WC e um quarto. 1º Piso: hall 11,55 metros quadrados, quatro quartos (sendo um deles suíte) e três WC e acesso a um sótão com 100 metros quadrados. Cave: três quartos, uma sala de arrumos e um WC», pode ainda ler-se.

Apesar de não estar a estrear, porque é a habitação atual do juiz, é referido que foram feitas «recentes alterações de melhoramentos com materiais de excelente qualidade». E a intenção de mudar para um apartamento fica clara no anúncio: «Possibilidade de Permuta, com apartamento T2 ou T3 na zona».

O anúncio não identifica o proprietário do imóvel, o que a acontecer poderia fazer com que o mesmo valorizasse. O preço pedido está abaixo da média, segundo o relatório baseado nos preços dos anúncios ativos no Imovirtual.