Internacional

França. 30 anos depois, autoridades reabrem caso de criança assassinada

Novos pormenores revelam detalhes deste crime chocante

As autoridades francesas reabriram uma investigação a um crime que aconteceu em outubro de 1987. O cadáver mutilado de uma criança foi encontrado junto a uma autoestrada na região de Loire, que liga Paris a Tours. Agora, novas revelações levaram à prisão dos pais.

Na altura, a polícia francesa não conseguiu identificar o cadáver nem chegar a nenhum suspeito, mesmo com milhares de interrogatórios. A menina foi enterrada num local perto do sítio onde foi encontrada com uma lápide onde se lê “Aqui jaz um anjo”.

Agora, mais de 30 anos depois, o caso foi reaberto depois de efetuados testes de AND a um dos irmãos da criança, permitindo chegar à identidade da vítima. As autoridades indicaram também que os ferimentos foram provocados por um ferro de engomar. Além disso, a polícia francesa acrescenta que o corpo foi mordido por um ser humano, provavelmente uma mulher.

As nova revelações levaram a que as autoridades acusassem os pais do homicídio, ocultação de cadáver e prática de maus tratos. 30 anos depois do crime, o casal foi detido e será agora presente a um juiz.