Sociedade

Caso Euro 2016. Luis Montenegro, Hugo Soares e Luís Campos Ferreira constituídos arguidos

Deputados do PSD já reagiram.

DR  

O caso das viagens ao Euro 2016 vai ter mais três arguidos. Os deputados do PSD Luis Montenegro, Hugo Soares e Luís Campos Ferreira são suspeitos de alegado crime de recebimento indevido de vantagem no caso que envolve as viagens de políticos para assistirem ao campeonato europeu de futebol em 2016.

A notícia, avançada pelo Observador, adianta ainda que os deputados do Partido Social Democrata terão viajado a convite do empresário Joaquim Oliveira, proprietário da Olivedesportos e da agência de viagem Cosmos,  e já terão sido informados pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa que terão de prestar declarações.

Os ex-líderes parlamentares dos PSD Hugo Soares e Luís Montenegro, e o deputado Campos Ferreira já terão reagido à situação. Em comunicado à agência Lusa, estes afirmaram que tomaram conhecimento da situação “com surpresa, mas também com absoluta tranquilidade”, negando a prática de qualquer crime.