Politica

Marcelo: "Portugal não é os Estados Unidos"

Antes de reunirem, chefes de estado prestaram declarações conjuntas

O encontro entre Marcelo Rebelo de Sousa e Donald Trump já está a decorrer na Casa Branca.

Antes de se reunirem a sós, os chefes de estado prestaram declarações conjuntas aos jornalistas, declarações estas marcadas pelo tom e ar descontraído de ambos os líderes.

Donald Trump começou por referir que “Portugal é muito importante” para os Estados Unidos e em tom de brincadeira, depois de afirmar que não sabia se iria estar presente no Mundial, na Rússia, questionou Marcelo: “E se o Cristiano concorrer contra o presidente?”. Ao que o líder português respondeu: “Portugal não é os Estados Unidos”.

Devido à insistência da imprensa norte-americana, Trump falou na questão da imigração e depois disto, Marcelo falou do seu encontro em Moscovo com Vladimir Putin.