Sociedade

PSP. Jovens agredidos na Cova da Moura pedem mais de 300 mil euros

Caso ocorreu em fevereiro de 2015

Uma indemnização superior 327.000 euros. Este é o valor exigido em tribunal pelos jovens da Cova da Moura aos 17 polícias da esquadra de Alfragide que alegadamente agrediram e proferiram insultos racistas contra os mesmos, em 2015. 

Os seis jovens apresentaram em conjunto um Pedido de Indemnização Civil (PIC) para que os arguidos sejam condenados a pagar, entre todos, um total de 327.000 euros. Valor este relativo a despesas com tratamentos, deslocações e reparações de danos, segundo avança a Agência Lusa.

Recorde-se que os agentes da PSP respondem por supostas agressões aos seis jovens da Cova da Moura, mas também por denúncia caluniosa, injúria, ofensa à integridade física e falsidade de testemunho, num caso que aconteceu em fevereiro de 2015 e que começou a ser julgado em maio deste ano.

Além disto, os 17 arguidos são ainda acusados de crimes de tortura e outros comportamentos desumanos, de sequestro, omissão de auxílio e de falsificação de documentos, sendo que todos eles negaram em julgamento as acusações de que são alvo pelo Ministério Público.

A última sessão foi na passada terça-feira e a próxima será a 10 de julho às 13h45.