Internacional

Cimeira. Conselho Europeu chega a acordo sobre política de migrações

Durante esta madrugada, o presidente do Conselho Europeu anunciou que os chefes de Estado e de Governo já tinham chegado a acordo sobre a política de migrações.

Depois de praticamente 10 horas de negociações em Bruxelas, os “28” chegaram a acordo na cimeira europeia, sobre o tema da política das migrações.

Itália tentava travar o entendimento, tendo mesmo chegado a anunciar-se o adiamento da discussão para esta sexta-feira, mas as negociações acabaram por ser retomadas e, durante esta madrugada, o presidente do Conselho Europeu anunciou que os chefes de Estado e de Governo tinham concordado com as conclusões da cimeira.
Entre várias medidas tomadas, ficou estipulada nesta cimeira que os países membros vão poder ter a liberdade de criar “campos de desembarque” para os migrantes – não só na Europa, mas também em países de trânsito.

Os campos terão, supostamente, a função de fazer a triagem dos migrantes, e procurar esclarecer quais é que têm condições para pedir asilo e quais são aqueles que são apenas migrantes económicos e que procuram uma vida melhor na Europa, de forma a escapar à pobreza do país de origem.

Além de os ‘28’ terem chegado a acordo sobre a política de migrações, a União Europeia (UE) aprovou ainda o aumento do financiamento a países como Marrocos, Turquia e Líbia, para que também possam ser aqui criados centros de acolhimento e triagem para os migrantes.