Sociedade

Educação. Preço dos manuais escolares vão-se manter inalteráveis nos próximos quatro anos

Anúncio foi feito esta sexta-feira pelo ministro da Educação

O ministro da Educação anunciou esta sexta-feira que o governo chegou a acordo com a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), o que vai permitir que os preços dos manuais se mantenham nos próximos quatro anos.

"Chegámos a acordo para que nos próximos quatro anos não exista aumento dos preços, somente aquele indexado à inflação, como normalmente acontece", declarou Tiago Brandão Rodrigues, citado pela agência Lusa, durante o evento Skills Summit Porto 2018.

O ministro da Educação adiantou ainda que todos os jovens do I e II Ciclo que tenham manuais grátis irão receber também uma licença digital que vai dar acesso gratuito a vários materiais digitais.