Economia

Portugal atinge novo máximo da dívida pública

A diminuição dos ativos em depósitos das administrações públicas e o aumento da dívida pública líquida são as principais razões

O mês de maio voltou a ser negro no que à dívida pública diz respeito atingindo um novo máximo em termos brutos. Segundo o Boletim Estatístico publicado esta segunda-feira pelo Banco de Portugal, Portugal tem em 250,3 mil milhões de euros de dívida, o que significa um aumento de 0,3 mil milhões em relação ao mês anterior.

Este aumento resulta dos empréstimos realizados durante o mês de abril, incluindo os passivos nos instrumentos de numerário e depósitos, a título de dívida e empréstimos.

Segundo o Banco de Portugal, registou-se ainda uma diminuição dos ativos em depósito das administrações públicas no valor de 1,1 mil milhões de euros e um aumento da dívida pública líquida de depósitos de 1,4 mil milhões de euros.

Este valor supera o máximo registado em agosto do ano passado, de 250.296 milhões de euros de dívida.