Desporto

Dinamarquês que falhou penálti foi ameaçado de morte

"Parem. A nossa sociedade não deve aceitar ameaças de morte contra estrelas do Campeonato do Mundo, nem contra políticos ou outros"

DR  

Durante o desempate com recurso a penáltis na partida entre a Croácia e a Dinamarca, o jogador dinamarquês Nicolai Jorgensen acabou por falhar a grande penalidade.  A seleção dinamarquesa perdeu e muitos culparam o atleta pela saída da equipa do Mundial 2018 – Alguns adeptos chegaram mesmo a fazer ameaças de morte.

A Federação Dinamarquesa de Futebol decidiu intervir, alertando as autoridades para o caso de Nicolai. Tentando acalmar os ânimos, a entidade responsável usou o Twitter para deixar um apelo: “Parem. A nossa sociedade não deve aceitar ameaças de morte contra estrelas do Campeonato do Mundo, nem contra políticos ou outros. É completamente inaceitável. Nós reportámos o caso à polícia para que esta loucura termine”

STOP. Vores samfund må aldrig acceptere dødstrusler - hverken mod VM-stjerner, politikere eller andre. Det er helt uacceptabelt og uanstændigt. Vi melder sagen til politiet for at få sat en stopper for dette vanvid. https://t.co/7mF5ejlwLp

— Dansk Boldspil-Union (@DBUfodbold) 3 de julho de 2018

 

As duas seleções empataram 1-1 e tiveram de ir a penáltis. Nas grandes penalidades, o resultado final foi 3-2 para a Croácia, que segue agora para os quartos-de-final.