Internacional

Acionista da TAP morreu em França ao tirar fotografia

Um dos presidentes da HNA, que detém 45% das ações da TAP, morreu após uma queda acidental em França.

O presidente e cofundador da empresa chinesa Hainan Airlines (HNA) Wang Jian, grupo que é acionista da TAP, morreu após a queda em Provence, França, esta terça-feira. A confirmação foi feita através de um comunicado da empresa.

Wang Jian tinha 57 anos e ia numa viagem de negócios a França. No comunicado da HNA pode ler-se:  “O grupo HNA estende as suas profundas condolências à família do senhor Wang e aos seus muitos amigos”.

“Juntos, lamentamos a perda de um líder e modelo exemplar, excecionalmente talentoso, cuja visão e valores continuarão a ser um farol para todos os que tiveram a sorte de o conhecer, bem como para outros cujas vidas se cruzaram com a dele”, não avançando com detalhes sobre a morte do empresário. De acordo com o Financial Times, terá sido uma queda acidental.

A empresa estaria a passar por momentos complicados em termos financeiros, estando a tratar da redução da dívida acumulada. 

Wang Jian fundou a HNA nos anos 90, ao lado de Chen Fung. Atualmente, a HNA detém 45% da TAP.