Sociedade

Relatório revela que "Portugal é o país europeu mais afetado por incêndios"

 “Portugal não possui uma estrutura profissional e especializada dedicada à prevenção e extinção de incêndios” 

“Portugal é o país europeu mais afetado por incêndios. Nos últimos 30 anos, é o país com maior taxa de ocorrências por área e onde os incêndios foram de maior dimensão”, revelou esta quinta-feira a organização WWF, acrescentando que o nosso país “é o primeiro país da Europa e o quarto do mundo com a maior massa florestal perdida, até ao momento, no século XXI”.

A organização revelou também, através do relatório “O barril de pólvora do noroeste” – que foi apresentado em Lisboa e em Madrid –, que para “além dos problemas estruturais detetados para todo o noroeste e dos escassos investimentos em prevenção” existem ainda “importantes deficiências na estratégia de extinção” das chamas.

Os dados indicam ainda que “Portugal não possui uma estrutura profissional e especializada dedicada à prevenção e extinção de incêndios” bem como “programas de prevenção de comportamentos de risco que incluam formação ou procura de alternativas para o uso generalizado do fogo”.

Segundo o relatório, por ano, ardem cerca de 120 mil hectares em todo o país.