Sociedade

PJ deteve dois bombeiros que terão ateado entre 20 a 30 fogos

Os dois terão sido responsáveis por iniciar entre 20 a 30 incêndios no concelho de Alenquer

A Polícia Judiciária (PJ) deteve esta quinta-feira dois bombeiros da corporação de Alenquer, por terem provocado entre 20 e 30 incêndios neste concelho, avança a agência Lusa.

Os dois bombeiros têm 20 e 25 anos, sendo o mais velho profissional do corpo dos bombeiros e o mais novo bombeiro voluntário, e foram detidos esta quarta-feira na oficina onde o jovem de 20 anos trabalha.

Esta investigação por parte da PJ começou por denúncias sobre a existência de veículos considerados suspeitos, nas zonas onde terão começado os incêndios. A PJ apurou que os veículos em questão eram dos dois suspeitos e que estes terão ateado entre 20 a 30 fogos no concelho. Nos dias em que os incêndios começaram, ambos os bombeiros estavam de folga, uma informação confirmada pelo comandante da corporação, Rodolfo Baptista, à Lusa.

O comandante garantiu ainda que nunca suspeitou desta atividade por parte dos seus dois colegas, mas avança que os dois foram também suspensos das funções.