Internacional

Reino Unido. David Davis demite-se em protesto contra soft Brexit

O ministro britânico para o Brexit enviou uma carta de demissão à primeira-ministra Theresa May a criticar fortemente o soft Brexit

O ministro britânico para o Brexit, David Davis, demitiu-se do governo de Theresa May, sendo seguido pelo responsável do departamento para o Brexit, Steve Baker, por causa do acordo de Chequers, alcançado na passada sexta-feira entre os membros do seu governo para um soft Brexit. 

Na sua carta de demissão à primeira-ministra britânica, Davis não esteve para meias palavras, criticando o acordo de Chequers por não permitir o "controlo das nossas leis em qualquer sentido real" e recusando-se a fazer parte de "roteiro relutante". 

Agora, May terá de enfrentar a fúria dos parlamentares conservadores pró-Brexit na Câmara dos Comuns, algo que não será tarefa fácil. Davis assumia-se como campeão dessa tendência dentro do Partido Conservador. Vários parlamentares conservadores já ameaçaram May com disputa do cargo de liderança do Partido.

"Chegou o tempo em que precisamos de um primeiro-ministro a favor do brexit, na verdade - alguém que acredite no Brexit e que esteja realmente preparado para cumprir com o que o povo votou", disse a deputador conservadora pró-Brexit Andrea Jenkyns à BBC. 

Downing Street encontra-se neste momento reunida para decidir quais os próximos passos a tomar, principalmente no que à remodelação do governo diz respeito.