Internacional

Português morre depois de ter sido atingido com gás pimenta

Na esquadra homem já estava inconsciente e foi levado para o hospital onde chegou já sem vida

André Moura, um português de 40 anos e emigrante em Inglaterra, morreu em Oldham, perto de Manchester onde residia há seis anos, depois de ter sido atingido com gás pimenta pela polícia.

Na passada sexta-feira os agentes policiais foram chamados a casa de André Moura por uma denúncia de agressões domésticas e, ao tentarem deter o português por alteração da ordem pública, utilizaram gás CS, também conhecido como gás pimenta. Quando chegaram à esquadra de Ashton, nos arredores de Manchester, aperceberam-se que André Moura estava inconsciente.

O homem "foi então levado para o hospital, onde infelizmente foi declarado morto", informou em comunicado o superintendente da Polícia da Grande Manchester, Neil Evans. A causa da morte não foi ainda anunciada mas a família do emigrante português está a receber acompanhamento psicológico.

Também no comunicado, a polícia garante que o caso foi reportado ao Gabinete Independente para a Conduta Policial “que está a investigar o caso”, mostrando disponibilidade de colaboração.