Desporto

Primeira camisola da Juventus assinada por Ronaldo foi roubada

Jornalista pediu a turista para dar a camisola ao CR7 e o homem decidiu vendê-la por 13 mil euros

DR  

CR7 ainda não foi apresentado em Turim e já está a deixar os italianos completamente loucos. Um único autógrafo seu numa camisola da “Vechia Signora” valeu já 13 mil euros, mas não à pessoa que a comprou.

O diretor do ‘Spotitalia’, um canal de televisão italiano, definiu como objetivo, mal foi confirmado a transferência do português, ter uma camisola da Juventus assinada por Cristiano no seu programa e, para tal, enviou o jornalista Carmine Rossi para a Grécia – onde Cristiano está a passar férias – para de conseguir o autógrafo.

A aventura começou logo da pior maneira. O jornalista comprou uma camisola da ‘Juve’, mas, por engano, comprou a camisola da época passada. Porém, ainda assim, seguiu para a Grécia com o claro objetivo de concretizar o desejo do director do canal.

Já no resort, o repórter não tinha como chegar perto do jogador e, por isso procurou um hóspede italiano que pudesse obter o tão desejado autógrafo. “Não posso voltar sem o seu autógrafo”, contou o jornalista ao jornal espanhol AS.

O turista italiano voltou ao hotel e conseguiu, de facto, o autógrafo mas nunca devolveu a camisola ao jornalista. Sem atender o telemóvel a Rossi, o turista acabou mesmo por publicar uma fotografia no Instagram com a camisola autografada.

Após ter ficado com a camisola para si, o turista decidiu vendê-la na plataforma de vendas online, Ebay, por 13 mil euros. “Tenho pena, mas agora a camisola é minha", disse o vendedor da camisola a Carmine Rossi.

Sabendo da situação, Michele Criscitiello disse que irão denunciar o sucedido e que irão utilizar a camisola “para ajudar instituições de beneficência”.