Internacional

Trump classifica a União Europeia como "inimigo" dos EUA

Primeira-ministra britânica afirmou que o presidente dos EUA a aconselhou a meter um processo em tribunal contra a UE 

Donald Trump coloca a União Europeia, junto com a Rússia e a China como inimigos dos Estados Unidos. “A UE é um inimigo por aquilo que nos faz no comércio”, disse o presidente dos EUA numa entrevista à CBS. “Isso não significa” que UE, Rússia e China “sejam maus, não significada nada disso, significa que são concorrentes”, explicou.
Sinal de que tem a UE em tão má conta foi o conselho que deixou à primeira-ministra britânica, na sexta-feira, aquando da sua visita ao Reino Unido. Theresa May contou à BBC que o presidente dos EUA lhe disse para “processar a UE”
Depois de uma passagem desestabilizadora pela NATO, onde chegou a admitir a saída da Aliança Atlântica caso os outros Estados não aumentem o seu orçamento de defesa; da visita a Londres, onde disse e depois desdisse que a nova proposta do governo britânico para o Brexit matava qualquer possibilidade de acordo bilateral EUA-Reino Unido; Trump resolveu mostrar que a sua administração continuará a tratar os aliados históricos de Washington como trata os seus habituais inimigos.
“Eu respeito os líderes desses países, mas, em termos comerciais, têm-se aproveitado de nós e muitos desses países estão na NATO sem pagar as contas”, acusou o presidente dos EUA.
Quando o jornalista da CBS Jeff Glor lhe perguntou quem são os principais inimigos/adversários dos EUA, Trump respondeu que são muitos, tendo à cabeça a UE: “Acho que temos uma série de inimigos. Acho que a UE é um inimigo, aquilo que nos fazem  em termos de comércio. É verdade que nunca pensariam na UEcomo inimigo, mas é um inimigo”, sublinhou, antes de citar a Rússia, “inimiga em certos aspetos” e a China, “uma inimiga em termos económicos”.