Politica

Negrão acusa governo de "gestão miserável"

Apesar de ter sido eleito com menos de 40 por cento dos votos, Fernando Negrão considerou que se chegou ao fim da sessão legislativa "de forma serena e coesa"

O presidente do grupo parlamentar do PSD, Fernando Negrão, considerou esta terça-feira que a solução governativa se esgotou, repetindo a ideia do seu discurso do debate do Estado da Nação, mas o deputado foi mais longe na análise e defendeu que se trata de "uma gestão miserável" . 

No discurso do jantar da bancada com a direção do atual presidente Rui Rio, Negrão apontou o caso de Tancos como "um mau exemplo da relação do governo com os órgãos de soberania".  E se a solução governativa esgotou, tem de "aparecer a alternativa" dos sociais-democratas. "Não queremos ir para o governo a todo custo, mas porque saberemos melhor governar do que o PS", declarou Negrão.

Apesar de ter sido eleito com menos de 40 por cento dos votos, Fernando Negrão considerou que se chegou ao fim da sessão legislativa "de forma serena e coesa". E agradeceu a "adrenalina" da sessão parlamentar.

De seguida falou Rui Rio, o presidente do PSD, a recordar que a última vez que esteve no restaurante do Edifício Novo da Assembleia da República foi a 19 ou 20 de dezembro de 2001, ao lado de Santana Lopes quando ganharam as Câmaras do Porto e Lisboa, respetivamente, ao PS.