Sociedade

Peniche. Pescadores suspendem paralisação e voltam ao mar

O Governo assumiu "o compromisso de lutar pelo prolongamento da pesca da sardinha até setembro"

Os pescadores de Peniche que estavam paralisados em protesto por causa da fiscalização excessiva à pesca da sardinha voltam na noite desta quinta-feira ao mar, depois de o Governo garantir prolongar a faina até setembro, adiantou a agência Lusa.

"Os barcos vão voltar ao mar a partir das 19h30 e são suspensas novas ações de protesto até serem cumpridos os compromissos assumidos na reunião", afirmou Humberto Jorge, da Associação de Armadores de Peniche, no final de uma reunião com o secretário de Estado das Pescas, José Apolinário, em declarações à Lusa.

Humberto Jorge acrescentou ainda que o Governo assumiu "o compromisso de lutar pelo prolongamento da pesca da sardinha até setembro", na sequência das negociações entre Portugal, Espanha e a Comissão Europeia, e garantiu ainda “que a nova legislação irá clarificar os direitos e deveres, quer dos produtores, quer das entidades fiscalizadoras, e acabar com os excessos que se têm verificado”.

Recorde-se que a reunião entre José Apolinário e o representante da Associação de Armadores de Peniche, aconteceu depois de 25 traineiras e 500 pescadores não terem partido para o mar, num protesto contra o excesso de fiscalização à pesca do cerco, que, segundo eles, põe em causa a pesca da sardinha.