Desporto

Atletismo. 109 pessoas suspensas por doping e corrupção

Anúncio foi feito pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF)

A Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) anunciou esta sexta-feira a suspensão de 109 pessoas das 120 que estão a ser investigadas por suspeita de doping ou corrupção.

De acordo com um comunicado, a que a agência Lusa teve acesso, entre as pessoas da investigação estão atletas, treinadores e organizações, sendo que alguns processos ainda estão em fase de julgamento.

Entre os 109 suspensos está Asbel Kiprop, tricampeão do mundo de 1.500 metros e medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2008, Ruth Jebet, atual campeã olímpica de 3.000 metros obstáculos e Ivan Ukhov, medalha de ouro de salto em altura nos Jogos Olímpicos de 2012.

Segundo a Lusa, o caso do queniano Kiprop já tinha sido revelado, uma vez que o atleta tinha acusado a presença de eritropoietina na urina, uma hormona que ajuda na produção de glóbulos vermelhos. O caso de Jebet, até então desconhecido, está agora em julgamento, devido aos mesmos motivos do queniano.

O russo Ivan Ukhov é suspeita de omitir casos de doping, em 2015, na Comitiva da Rússia.

Frankie Fredericks, ex-velocista e um dos membros do Conselho da IAAF está também a ser investigado, já que é suspeito de corrupção, mais especificamente na atribuição da organização dos Jogos Olímpicos de 2016 ao Rio de Janeiro.