Sociedade

Milhares de alunos ainda não sabem as notas devido à greve

A greve está a afetar a atribuição de notas aos alunos de escola por todo o país

A greve “total ou parcial” dos professores às avaliações dos alunos está ainda a decorrer em cerca de 200 escolas por todo o país. Segundo dados do Sindicato de Todos os Professores (S.T.O.P.) à agência Lusa, milhares de alunos ainda não sabem as notas.

O único sindicato que mantém a greve revela à Lusa que tem “uma lista de 200 escolas onde a greve continua total ou parcialmente".

Segundo o presidente da S.T.O.P., André Pestana, a zona norte de Portugal é onde a greve está a ter mais impacto. O sindicalista refere-se a Seia, Covilhã e Guarda, como as cidades onde "a greve está fortíssima".

A zona onde se nota menos adesão à greve é a zona sul, onde André Pestana assegura que "há focos de resistência".

A S.T.O.P. estima que há "cerca de cem mil alunos sem notas".

Os diretores das escolas já admitiram que pode ainda haver aluno sem notas até ao final do mês .