Internacional

Jornalista francês garante que a ciática de Juncker “não aguenta o escrutínio”

Jornalista francês põe em causa condição de saúde do líder europeu e diz que este tem problemas com o álcool

O jornalista francês e especialista em assuntos europeus, Jean Quatremer, publicou esta quinta-feira um artigo na revista Spectator, onde garante que Junker não tem problemas de ciática, mas sim com o álcool.

"Quando um funcionário lhe traz um copo de água num conselho de ministros, todos sabemos que é gin", pode ler-se na crónica.

Apesar das garantias do líder da Comissão Europeia de que sofreu de dores, devido ao nervo ciático e daí ter-se desequilibrado na última cimeira da NATO, após o almoço, o jornalista francês alega que o líder tem de facto problemas com a bebida.

"A explicação de ciática não aguenta o escrutínio. Sugeriria que Juncker sofreu de dores agonizantes nas costas, mas ele não parece estar em desconforto", afirmou Quatremer. "O vídeo mostra-o a sorrir, a rir-se, a falar e a beijar os seus colegas enquanto eles o ajudavam a andar. Uma crise aguda de ciática coloca as suas vítimas prostradas na cama”, escreve o jornalista.

"É possível que o seu movimento tenha sido limitado por analgésicos poderosos", acrescentou. "De acordo com várias fontes, Juncker estava numa cadeira de rodas quando os fotógrafos e as TV’s não estavam a olhar, e nem falou durante o jantar."

Quatremer remata com:  "e se ele sofre mesmo de ciática, como foi capaz de visitar a China e o Japão dias depois? A ciática torna as viagens de longo curso difíceis de enfrentar".

 

Mon article dans the @spectatorindex sur la santé déclinante de Jean-Claude Juncker (le titre n’est pas de moi :-D) https://t.co/56WnmMYces Version en français sur mon blog Coulisses de Bruxelles.

— Jean Quatremer (@quatremer) July 19, 2018