Sociedade

Verão. Mês de julho é o mais frio dos últimos 30 anos

Temperaturas vão subir nos próximos dias 

O mês de julho foi, até ao dia 18, aquele que teve o valor médio da temperatura máxima do ar mais baixo dos últimos 30 anos, devido ao posicionamento do anticiclone dos Açores que se encontra deslocado para oeste, relativamente ao que é normal para esta altura do ano. 

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), em declarações à Lusa, "verifica-se que o valor médio da temperatura máxima do ar no período de 01 a 18 de julho apresenta um valor mensal de -1,6ºC - sendo até ao dia 18 de julho o valor mais baixo dos últimos 30 anos". 

Por exemplo, nas regiões a Sul do país, nos dias 12,14 e 15 de julho, as temperaturas máximas registadas foram de menos quatro graus Celsius do que o normal para esta época do verão. 

No mês de junho, no dia 13, os valores máximos tinham sido inferiores aos normais em todo o território português.

No entanto, segundo o IPMA, os próximos dias terão temperaturas mais altas do que aqueles que se têm feito sentir nos últimos dias.

O IPMA prevê que de 23 a 29 de julho pode ocorrer precipitação (abaixo do normal) e que as temperaturas também deverão sofrer uma descida. 

Já na semana a seguir, de 30 a 5 de julho, a situação parece ser semelhante.