Desporto

Real Madrid sem um ‘bola de ouro’ na equipa…não acontecia desde 2000

Ida de CR7 para a Juventus ‘matou’ a tradição com quase já duas décadas

Dezoito anos depois, o Real Madrid não terá um jogador bola de ouro no seu plantel.

Com a ida de Cristiano Ronaldo para Turim, e tendo em conta que nos últimos dez anos houve dois jogadores a vencer a bola de ouro (Ronaldo e Messi), o Real Madrid quebra assim uma já longa ‘tradição’.

Tudo isto começou na temporada 1999/2000. No verão de 2000, o clube de Madrid contratou Luís Figo ao eterno rival Barcelona, tendo sido nesse mesmo ano que o português venceu a bola de ouro e começou esta caminhada.

Um ano depois, chegou um jogador que tinha vencido o prémio no ano de 1998: Zinedine Zidane. Os tão conhecidos ‘galáticos’ começavam a ganhar forma.

Em 2002, chegou o ‘Fenómeno’: Ronaldo. Nesse ano, o Brasil ganhou o campeonato do mundo e o avançado foi uma das estrelas da competição. Nesse mesmo ano, arrecadou o prémio de melhor do mundo.

Na temporada de 2003/2004, os ‘merengues’ contavam com três bolas de ouro no plantel: Figo, Zidane e Ronaldo. Como tal, esperaram um ano para comprar outro melhor do mundo. Desta vez, já em 2004, e com a saída  do português para o Inter de Milão, foi a vez do inglês Michael Owen chegar.

No final dessa época, o avançado inglês e o médio francês abandonaram o clube mas chegou Fabio Cannavaro. O defesa italiano ficou como um único bola de ouro até ao ano de 2009, ano esse em que chegaram logo dois bolas de ouro: Kaká e Ronaldo.

Enquanto o brasileiro se manteve em Espanha até 2014, o internacional português só saiu agora neste verão. Agora com a saída de CR7 e com Messi no Barcelona, muito dificilmente o Real Madrid manterá esta tradição.