Sociedade

Fectrans. Greve de comboios marcada para dia 3 de outubro

Em causa está, de acordo com a entidade, a falta de investimentos no setor ferroviário e o decrescente número de trabalhadores. Desta forma, começará em protesto no dia 20 de setembro até dia 3 de outubro.

“Decidimos, com as organizações de trabalhadores e utentes, criar um movimento de alerta e de exigência de medidas concretas. Entre 20 de setembro e 3 de outubro vamos iniciar um conjunto de ações em todo o país, a terminar, no último dia, com uma ação de manifestação”, avançou  o coordenador da Fectrans, José Manuel Oliveira, à Lusa.

De acordo com o responsável, em causa está um conjunto de “grandes preocupações face ao momento atual”, nas quais se incluem a falta de investimento no setor e a redução “drástica” do número de trabalhadores.

“Entendemos que esta situação se vai agravar nos próximos tempos. [A leitura de] algumas medidas que já foram tomadas não corresponde totalmente ao que foi anunciado, por exemplo, da admissão de 102 trabalhadores são, pelos vistos, apenas 40 porque os outros 62 já cá estão ou, pelo menos, estão com vínculos precários”, disse ainda.