Desporto

Bruno de Carvalho reage a suspensão: "Não matei ninguém"

Ex-presidente do Sporting está suspenso por um período de um ano 

O ex-presidente do Sporting foi suspenso durante um período de um ano e estará, por isso, proibido de ir a eleições. 

Bruno de Carvalho já reagiu e falou aos jornalistas. 

"O e-mail que a Comissão me mandou foi diretamente para o spam e não me considero suspenso", afirmou acerca da notificação enviada pela Comissão de Fiscalização do Sporting, informado-o de que estaria suspenso e, por isso, não se poderia candidatar à presidência do clube de Alvalade.

Bruno de Carvalho pediu ainda que "parem com estas movimentações" e que "deixem quem quiser ser livremente candidato ao Sporting".

"Eu não matei ninguém, não roubei ninguém, só procurei defender os interesses do Sporting", acrescentou.

O ex-presidente leonino deixou ainda algumas críticas aos outros candidatos: "O que não faltam são candidatos para se aproveitarem do poço de petróleo".

Além de Bruno de Carvalho, a Comissão de Fiscalização do Sporting terá ainda suspendido os restantes membros do antigo Concelho Diretivo, mas apenas aqueles que não se demitiram, como é o caso de Carlos Vieira, Rui Caeiro, José Quintela, Luís Roque, Luís Gestas e Alexandre Godinho.