Sociedade

Suspeito que se fazia passar por padre detido por crime de violação durante sessão de exorcismo

Suspeito tem 79 anos

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, deteve um homem suspeito de um crime de violação, que terá ocorrido durante uma sessão de exorcismo.

O crime remonta à passada quarta-feira, dia 1 de agosto, quando o detido “fazendo-se ainda passar por Padre”, realizava sessões de exorcismo, “levando inúmeras pessoas em dificuldades várias a consultá-lo e auspiciando uma eventual ajuda da sua parte, cobrando honorários”, pelo que as autoridades também estão a investigar a possibilidade de prática do crime de burla qualificada.

O suspeito, de 79 anos, “aproveitando a sua atividade de exorcista e explorando a fragilidade da vítima”, obrigou-a “à prática de atos sexuais de relevo, após a ter colocado na impossibilidade de resistir”, explica o Departamento de Investigação Criminal de Leiria em comunicado.

A vítima foi levada para um estabelecimento hospitalar, onde recebeu cuidados médicos.

O detido será presente às autoridades competentes para interrogatório judicial para que lhe sejam aplicadas as medidas de coação adequadas.