Desporto

Rio Ave fora da Europa após jogo de loucos

Após perder por 1-0 na Polónia, os vila-condenses empataram 4-4 em casa frente ao Jagiellonia. Falta agora o Braga.

O Rio Ave é a primeira equipa portuguesa afastada das competições europeias esta temporada. Os vila-condenses caíram logo na primeira ronda em que participaram na Liga Europa, a segunda pré-eliminatória, aos pés do Jagiellonia, vice-campeão da Polónia.

Os dois jogos foram pautados pelo imenso equilíbrio, mas também por um fator que saltou aos olhos de todos os que puderam assistir aos mesmos: José Gomes terá muito trabalho pela frente para colocar o renovado Rio Ave a defender o estatuto que a equipa tem vindo a granjear no futebol português nos últimos anos. Na Polónia, a derrota por 1-0 surgiu após um corte defeituoso do central angolano Bautu, reforço para esta temporada; em Vila do Conde, o resultado final (um louco 4-4) explica-se precisamente com as confrangedoras fragilidades defensivas evidenciadas pelo quinto classificado do último campeonato nacional.

De positivo, apenas as exibições de Galeno e Gelson Dala, especialmente na segunda mão. O extremo brasileiro emprestado pelo FC Porto apontou os dois primeiros golos do Rio Ave e ainda assistiu para o quarto, enquanto o avançado angolano que pertence aos quadros do Sporting fez a vida negra aos defesas polacos com o serpentear constante, apontando ainda o terceiro golo vila-condense.

Em prova fica agora apenas o Braga - além do Sporting, que tem já entrada garantida na fase de grupos. Os bracarenses, depois de uma pré-temporada de bom nível, que terminou com uma goleada (4-0) sobre o Newcastle, histórico da Premier League, terão pela frente o Zorya, quarto classificado da última liga ucraniana. Sem grandes figuras no seu plantel - além de ter ainda visto sair o brasileiro Iury Castilho, goleador na última temporada -, o clube de Luhansk marcou presença na fase de grupos da prova nas últimas duas temporadas e soma uma vitória e uma derrota nas duas rondas já disputadas no campeonato.