Economia

Mais de 24 milhões de turistas

O Algarve manteve-se como o principal destino (30,7% das dormidas totais), seguido pela Área Metropolitana de Lisboa (25,4%), em 2017.

Portugal recebeu, no ano passado, 24,1 milhões de hóspedes (um aumento de 12,9% face ao ano anterior) e 65,8 milhões de dormidas (mais 11,6% do que as dormidas registadas em 2016), revelou o Instituto Nacional de Estatística. Só a hotelaria alojou 19,8 milhões de hóspedes, que proporcionaram 55,7 milhões de dormidas, a que corresponderam aumentos de 10,1% e 8,4%, respetivamente, ou seja, evoluções inferiores às verificadas em 2016 . A estada média na hotelaria foi 2,82 noites, uma queda de 1,5%, enquanto a taxa líquida de ocupação-cama na hotelaria foi 52,9%. O rendimento médio por quarto disponível na hotelaria foi 51,7 euros.  

O principal mercado emissor foi o Reino Unido (20,9% do total das dormidas de não residentes), registando um crescimento de 2,8%. O mercado alemão (13,8% do total) cresceu 11,3%, enquanto os mercados francês e espanhol (ambos com uma quota de 9,9%) cresceram 5,2% e 7%, respetivamente. Em termos de regiões assistiu-se a crescimentos a rondarem os 20% nos Açores e Centro. O Algarve manteve-se como o principal destino (30,7% das dormidas totais), seguido pela Área Metropolitana de Lisboa (25,4%).