Sociedade

Marcelo só vai a Monchique quando “tiver a noção de que a fase operacional está terminada”

Presidente da República está a passar férias nas regiões afetadas pelos incêndios do ano passado

Em declarações aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa garantiu que só irá a Monchique quando “tiver a noção de que a fase operacional está terminada”.

O Chefe de Estado garantiu ainda que não quer ser “objeto crítico da comissão independente”, tal como foi considerado quando foi a Pedrógão no ano passado.

Marcelo Rebelo de Sousa analisou ainda o incêndio de Monchique e considerou que este tem sido “um fogo que se complicou mais do que aquilo que se pensava”.

No entanto, o Presidente da República fez questão de deixar uma nota positiva: há, este ano, “menos ignições, menos ocorrências e uma resposta mais rápida”.

O Presidente da República disse, por fim, que em Santarém houve “uma resposta cabal e imediata”. Por sua vez, em Monchique, “desde a primeira hora que se fez o que se tinha de fazer”.