Sociedade

Espanha envia reforços aéreos para ajudar a combater incêndio em Monchique

Mais de 1000 bombeiros continuam a combater as chamas

DR  

O secretário de Estado da Proteção Civil revelou, esta segunda-feira, que Espanha vai enviar dois aviões Canadair para ajudar no combate às chamas em Monchique. A ajuda espanhola pode chegar já esta tarde.

“Neste momento, o Governo espanhol já disponibilizou dois Canadair. Caso haja condições de atuar, hoje mesmo à tarde, provavelmente, já cá teremos os dois", afirmou José Artur Neves.

Durante esta manhã, os meios aéreos estiveram inativos devido à falta de visibilidade causada pelo fumo. Isto também dificultou a avaliação aérea do estado das áreas afetadas, feita durante o voo de reconhecimento feito esta manhã. "O reconhecimento aéreo não nos permitiu ver muito daquilo que nós, em pormenor, queríamos ver, porque o fumo não permitia. Fizemos um reconhecimento muito mais alargado do que aquilo que era o objetivo, em termos de distância", afirmou o secretário.

O fogo em Monchique já provocou 44 feridos. O incêndio deflagrou às 13h30 de sexta-feira. Esta tarde, pelas 13h00, as chamas eram combatidas por 1164 operacionais, apoiados por 357 meios terrestres e nove aéreos.