Internacional

Porto Rico. Afinal o furacão provocou 1427 mortos e não 64

Um ano depois um relatório indica que houve muito mais mortos do que os que o governo anunciou

Passou um ano desde que o furacão Maria devastou Porto Rico mas, de repente, o número de vítimas mortais subiu de 64 para 1427. O número inicial tinha sido avançado pelo governo na altura enquanto o novo número faz parte do relatório que o governo porto-riquenho entregou esta quinta-feira no Congresso dos Estados Unidos.

O governo admitiu, agora, que talvez estivesse enganado quando anunciou os 64 mortos. Um número que manteve mesmo quando foi confrontado com vários especialistas que antecipavam que o furacão tinha matado mais pessoas.

Segundo a BBC, um porta-voz do governo considerou este novo balanço “realista”. No entanto o número oficial irá permanecer os 64 até que seja entregue o estudo sobre o impacto do furação que foi encomendado à Universidade George Washington, nos Estados Unidos. “Não queremos fazer destes novos números notícia enquanto não tivermos acesso a esse estudo e aos números exatos”, acrescentou.

O relatório indica ainda que muitas das vítimas terão morrido por falta de cuidados médicos.