Sociedade

Super Bock rejeita acusação da Autoridade da Concorrência

Empresa já emitiu comunicado

A Autoridade da Concorrência (AdC) acusou esta sexta-feira a empresa que comercializa a Super Bock, bem como os seus gestores, de práticas anticoncorrenciais. Em comunicado, a Super Bock rejeitou a acusação, “uma vez que não cometeu qualquer infração”.

“A empresa pauta, e sempre pautou, a sua conduta pelo estrito cumprimento das regras de concorrência, tendo inclusivamente implementado um vasto programa nesta área, no sentido de assegurar o cumprimento das mesmas”, lê-se no comunicado da empresa.

A Super Bock lamentou ainda “o teor do comunicado publicado pela Autoridade da Concorrência”, acrescentando ainda que este “põe em causa o seu bom nome e reputação”.

“A empresa utilizará todos os meios ao seu alcance na defesa da sua idoneidade, em relação à acusação, bem como a todos os agentes envolvidos no processo”, garante a marca.

De acordo com o comunicado, a Super Bock afirma ainda que vai continuar a colaborar com “as entidades competentes” com “responsabilidade” e “respeito” pelas normas e pela regulamentação.