Tecnologia

Web Summit retira convite a Le Pen

O governo tinha dito que não ia interferir nos convidados do evento

Depois do governo ter afirmado que não ia interferir nas escolhas para os oradores da Web Summit, Paddy Cosgrave anuncia que vai retirar o convite a Marine Le Pen.

O anúncio foi feito esta quarta-feira através de uma publicação no Twitter. “É claro para mim agora que a decisão correta para a Web Summit é retirar o convite a Marine Le Pen”, escreveu o presidente da empresa que organiza o evento.

Esta decisão surge na sequência dos “conselhos que a organização recebeu” e da “enorme reação online” contra a participação da líder do partido de extrema-direita francês. “A sua presença é desrespeitosa, em particular para com o país que acolhe o evento”, explica Cosgrave. “É também ainda desrespeitosa para algumas das dezenas de milhares de pessoas de todo o mundo que se irão juntar a nós.”

“O problema do ódio, da liberdade de expressão e das plataformas tecnológicas são alguns dos desafios de 2018. Vamos duplicar os nossos esforços para abordar estes problemas com maior cuidado na Web Summit”, garantiu o presidente.