LifeStyle

Ser “casamenteiro” já pode ser um emprego

No Reino Unido, uma website está à procura pessoas para ajudar outras a encontrar o amor

Tem jeito para juntar os seus amigos em casais? Então este emprego é ideal para si. Um site inglês, Bark.com, está à procura de candidatos para ajudar pessoas a encontrar a sua cara metade.

O termo em inglês é wingmen ou wing women e normalmente é um trabalho para os amigos. No entanto aqui, torna-se um serviço profissional em que recebe 30 libras por hora, aproximadamente 34 euros.

Porém, os requisitos são restritos: tem de ter mais de 18 anos, para que possa entrar nos bares e discotecas com os clientes, devem ser confiantes para poderem interagir com os potenciais candidatos e estão proibidos de tentar encontrar encontros para eles próprios durante o horário de expediente.

Segundo Kai Feller, co-fundadora do website Bark.com disse ao Independent, este é um serviço que tem vindo a ser requisitado pelos utilizadores. “Nós recebemos centenas de pedidos este ano a pedir um profissional de encontros amorosos na plataforma”, explica. “A principal razão que nós vemos é que os serviços de encontros online não estão a resultar para ele e/ou os amigos estão todos em casais e não têm ninguém que os possa ajudar”, acrescenta.