Sociedade

Estudo revela que carrinhos de bebé podem colocar em risco a saúde das crianças

Em causa está a poluição ambiental

E se o carrinho de bebé estiver a pôr em risco a saúde do seu filho? Pode parecer estranho, mas é o que nos diz um estudo publicado na ‘ScienceDirect’, no passado mês de julho, relacionado com a poluição.

O estudo, levado a cabo por um grupo de investigadores da University of Surevy, no Reino Unido, explica que a poluição gerada pelos transportes, ou até mesmo pelos esgotos, gera partículas que se concentram a um metro do solo. Assim, as crianças que são normalmente transportadas no carrinho estão expostas 60% mais à poluição do que um adulto.

Na análise, os investigadores analisaram o interior de vários carrinhos de bebé e os compostos químicos neles presentes. Tudo isto também acontece dado que a fragilidade nas crianças é muito maior.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 1,7 milhões de crianças, em 2017, morreu por causas associadas à poluição ambiental. Todas elas tinham menos de cinco anos.

Os investigadores defendem ainda que se desenvolvam soluções tecnológicas inovadoras centradas nesta exposição das crianças à poluição. Algumas soluções podem passar pela utilização de carrinhos mais altos, pelo uso de capas protetoras ou, simplesmente, evitar ambientes onde a concentração de gases poluentes é maior.