Sociedade

Detidos quatro suspeitos de atearem fogo em zona florestal de Alijó

Incêndio ocorreu em abril e consumiu uma área de cerca de cinco hectares de mancha florestal

Em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) refere que deteve três homens e uma mulher pela prática do crime de incêndio florestal no Lugar da Ribeira, em Alijó.

De acordo com a nota, o incêndio teve origem no dia 27 de abril e consumiu uma área de cerca de cinco hectares de mancha florestal – constituída essencialmente por pinheiro bravo e mato.

Segunda as autoridades, as chamas colocaram “em perigo uma vasta mancha florestal, bem como de área agrícola, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foram consumidos devido à rápida intervenção dos meios de combate, nomeadamente de um meio aéreo e de duas corporações de bombeiros”.

A PJ informa ainda que os detidos têm idades compreendidas entre 25 e 41 anos, e que um deles se trata de um engenheiro florestal.

Os suspeitos vão ser presentes a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.