Internacional

Papa diz estar “envergonhado e irritado” com os casos de Pedofilia na Pensilvânia

“As vítimas devem saber que o Papa está do seu lado", disse o Vaticano

O Papa Francisco disse esta quinta-feira estar “envergonhado e irritado” depois da divulgação da investigação feita na Pensilvânia, Estados Unidos, que acusou 301 padres por pedofilia e abusos sexuais a menores.

“As vítimas devem saber que o Papa está do seu lado, aqueles que sofreram são sua prioridade e a Igreja quer ouvi-los para erradicar este horror trágico que destrói as vidas de pessoas inocentes”, disse o Vaticano em comunicado.

A investigação desenvolvida pelo tribunal de justiça da Pensilvânia acusou mais de 300 padres que nos últimos 70 anos têm abusado sexualmente de milhares de crianças. A situação, segundo o relatório, tem vindo a ser encoberta pelos bispos.