Sociedade

Incêndios. Alerta vermelho prolongado até quarta-feira

O alerta vermelho foi acionado no sábado nos distritos de Braga, Bragança, Guarda, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu

A Proteção Civil decidiu prolongar o alerta vermelho até quarta-feira.

Esta segunda-feira, Alexandre Penha, adjunto nacional de operações da Proteção Civil, explicou que a decisão de prolongar o alerta por mais dois dias – pois este estava previsto durar até hoje – se deveu ao aumento do número de ocorrências de incêndios registado. Em conferência de imprensa, o responsável justificou a decisão com o “prolongamento do quadro meteorológico” que se tem registado nos últimos dias e a inexistência de “um aumento substancial da humidade relativa”.

Desse modo, o dispositivo estará em alerta máximo até amanhã à meia-noite. Segundo Alexandre Penha, este é constituído pelos mesmo elementos, que nos últimos dias, já têm estado presentes nos distritos mais preocupantes.

Durante o fim de semana, o número de ocorrências aumentou: na sexta-feira registaram-se 73 fogos, no domingo deflagraram 113 incêndios e hoje já tinham sido contabilizados 75. 

Na sexta-feira, Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, assinou o despacho que declarava situação de Alerta para os distritos de Braga, Bragança, Guarda, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu – que se encontram em alerta vermelho desde sábado.

O despacho previa ainda a adoção de medidas preventivas especiais face ao elevado risco de incêndio, tais como, a elevação do grau de resposta operacional por parte da GNR e PSP, através do “reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamentos dissuasores de comportamentos e de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas”. Foi também proibida a “total utilização de fogo-de-artifício ou de outros artefactos pirotécnicos”.

Às 18h24 de hoje, segundo o site da Proteção Civil, estavam em curso quatro incêndios que mobilizavam 59 operacionais, apoiados por 10 meios terrestres e três meios aéreos.